sábado, 19 de julho de 2014

TROCA DE TIROS ENTRE BANDIDOS E POLÍCIA MILITAR ACABA COM MARGINAL MORTO E DOIS PRESOS



Uma tentativa de abordagem em Pirangi de Dentro, na cidade de Parnamirim, resultou em uma perseguição com troca de tiro que terminou no distrito de Taborda em São José de Mipibú na tarde de hoje (18).

Segundo o soldado Diogo, os policias visualizaram um veículo tipo Punto branco em atitude suspeita e resolveram abordar o veículo que não atendeu a ordem de parar, fugindo em direção a São José de Mipibú, ao chegar em Taborda os ocupantes do Punto desembarcaram e efetuaram mais disparos contra a guarnição. Na fuga, um bandido foi morto e a policia conseguiu capturar o segundo ocupante do veículo.

Os nome dos elementos são Ricardo Augusto Silva, 25 anos, Jaqueline Gomes, 20 anos, e Kleberson Raniel Fernandes, 22 anos, que morreu no local. Todos de nova descoberta, em Natal.
Com eles a polícia encontrou uma Pistola e um revolver calibre 38. Nesse momento a policia encontrasse em um cerco pelo local na intenção de capturar um terceiro participante que está escondido em um matagal.
O trabalho e a experiência dos policiais foram de fundamental importância. O flagrante será feito na delegacia de plantão da capital.

Retirado do blog: Focoelho

JOVEM DE ASSÚ É BALEADO NA CIDADE DE MOSSORÓ

Retirada do blog Focoelho

Um jovem bastante conhecido na cidade de Assú foi baleado ontem (18/07), em Mossoró por bandidos até o momento não identificados. 

Michel Mendonça, apelidado de Caicó é bastante conhecido no meio policial pela prática pequenos delitos, até ser preso por populares com um revólver calibre .38 ao tentar roubar um comércio. Poucos dias após ser preso foi posto em liberdade e mudou-se para Mossoró, onde também praticava delitos para sustentar seu vício em consumir drogas. Ontem ele foi alvejado e está internado em estado grave no HTM. 

A Polícia acredita que "Caicó" tivesse em dívida com traficantes da região e por isso sofrido o atentado. As investigações ficarão por conta da Delegacia de Homicídios de Mossoró.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

"O CORRUPTO É UM GENOCIDA" Afirma Promotor mineiro Rogério Grecco




O promotor mineiro Rogério Grecco é um defensor de policiais. Autor de diversos livros que focam no Direito Penal, apontado como o “mentor de concurso” pelo trabalho realizado como professor em cursos preparatórios, Rogério Grecco é um jurista renomado que tem sua mais nova incursão com o livro “Atividade Policial - Aspectos Penais, Processuais Penais, Administrativos e constitucionais”. O olhar do promotor para os policiais não fica apenas na ótica do Direito, mas ganha também contornos de uma defesa de admirador.

“Ser policial não é para qualquer um. Fácil eu ser entrevistado aqui por você, em um hotel, enquanto outras pessoas estão tomando tiro de fuzil. É difícil a atividade policial. A sociedade precisa entender que são pessoas diferenciadas, que tem amor pelo que faz”, comenta o jurista, que esteve em Natal ministrando um curso e lançando a nova obra na livraria Siciliano.Ele considera policiais heróis. Mas o que preferiria Rogério Grecco: ir para guerra ou ser policial nas ruas brasileiras? “Acho que iria preferir ir para guerra. Pelo menos você sabe onde está o inimigo. No Brasil você não sabe”, responde, de pronto.


Grecco não poupa críticas a falta de cumprimento das leis punitivas para os criminosos de classe média. O professor é contundente ao afirmar que os genocidas estão “soltos”: “Precisa de um combate sério. O corrupto é um genocida. O corrupto é aquele cara que você está tirando foto dele nos melhores restaurantes de Natal, mas ele está lesando o erário em milhões e milhões. É esse cara que não deixa chegar o remédio na farmácia, é esse cara que não deixa o idoso ter um atendimento digno, esse é o genocida”, diz, em tom de desabafo, Rogério Grecco.O convidado de hoje do 3 por 4 é um professor que dá uma lição de cidadania, um promotor defensor dos policiais, um escritor que fala como mestre, um cidadão simples e simpático ao espectador.


terça-feira, 20 de maio de 2014

LEI DE PROMOÇÕES DE PRAÇAS DA PM E BM É APROVADA NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA


Com informações daAssembléia Legislativa do RN - O Projeto de Lei Complementar 592, que dispõe sobre o Regime de Promoção dos Praças  da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado, foi aprovado por unanimidade pelos 21 deputados que participaram da votação nesta terça-feira (20). Sete emendas foram sugeridas, e acatadas, pelas entidades representativas das categorias.

A Lei aprovada estabelece os critérios e as condições que asseguram aos praças da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros Militar (CBMRN) o acesso e a evolução na hierarquia militar, mediante promoção de forma seletiva, gradual e sucessiva.

A partir de agora, as promoções serão efetuadas pelos critérios de antiguidade; merecimento; post mortem; bravura; e ressarcimento de preterição. O relator da matéria, deputado Kelps Lima (Solidariedade) destacou a forma democrática como os representantes dos praças se comportaram, sem qualquer tipo de pressão para encartar emendas de qualquer forma.
Agora a lei segue para o executivo que, após sanção, proporcionará um prazo de 03 (três anos) para que os comandos efetivem as promoções dos militares que já possuem o direito de acordo com o cumprimento dos interstícios. 

Para o presidente da APRAM, Soldado Tony, este foi o resultado de muita luta. "Muitos não acreditaram, outros diziam que estávamos perdendo tempo, mas o que importa é que a maioria realmente acreditou e, juntos, mudamos o rumo da história. No mais, a luta não acabou. Falta ainda o encaminhamento das demais pautas reivindicatórias e principalmente o resgate da dignidade dos praças, que será a efetivação das promoções", afirmou.

Fonte: APRAM

sábado, 17 de maio de 2014

RÁDIO PATRULHA DO 10º BPM PRENDE HOMEM ARMADO NO BAIRRO VERTENTES EM ASSÚ

Edjaelson Domingos da Fonseca, 22 anos preso em flagrante

Segundo informações da polícia a arma era alugada para praticar assaltos

No inicio da tarde de hoje 16 de maio policiais da Rádio Patrulha da PM comandada pelo CB Rodrigues conseguiram prender em flagrante um jovem de posse de uma arma de fogo calibre 38 municiado, trata-se da a pessoa de Edjaelson Domingos da Fonseca, 22 anos no conjunto Parati 2000.

Ainda de acordo com informações da polícia, a arma seria alugada para pratica de assaltos na nossa região.

Versão essa que será apurada pela Polícia.

Fonte: Focoelho

quarta-feira, 14 de maio de 2014

DEPUTADOS DISPENSAM TRAMITAÇÃO DA LEI DE PROMOÇÃO DE PRAÇAS E VOTAÇÃO SERÁ FEITA DIA 20

O colegiado de líderes da Assembleia Legislativa dispensou a tramitação do Projeto Projeto de Lei Complementar que dispõe sobre o Regime de Promoção dos Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar. O anúncio foi feito pelo deputado Ricardo Motta (PROS), presidente da Casa, durante a sessão desta terça-feira (13).
No projeto, encaminhado pelo governo do Estado ao Legislativo, são estabelecidos os critérios e as condições que asseguram o acesso e a evolução na hierarquia militar, mediante promoção de forma seletiva, gradual e sucessiva. Ele será relatado na próxima quinta-feira (15) na reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação e, na terça-feira (20), a matéria será lida no plenário para votação.
As promoções serão efetuadas pelos critérios de antiguidade, merecimento, post mortem, bravura e ressarcimento de preterição. O Projeto foi elaborado em harmonia com as normas constantes da Lei Ordinária Estadual 4.630 de 16 de dezembro de 1976, que trata do Estatuto dos Policiais Militares do Rio Grande do Norte.
Com a aprovação da Lei será alterado o Regime de Promoção dos Praças da PM e do Corpo de Bombeiros Militar, atualmente disciplinado pelo Decreto 7070.
TRIBUNA DO NORTE

terça-feira, 13 de maio de 2014

"Policia Constrangida"


OPINIÃO ESTADÃO - Está em curso no País uma perigosa inversão de valores na área de segurança pública. A polícia, a quem cabe a manutenção da ordem e a repressão ao crime, tem sido tratada por formadores de opinião cada vez mais como uma entidade truculenta e criminosa, responsável pela violência contra inocentes. Essa percepção poupa os delinquentes reais, isto é, aqueles que de fato agridem a sociedade, enquanto os policiais são submetidos a diversas formas de constrangimento a seu trabalho, muito além do que determinam as leis e os manuais de conduta.

Tome-se o exemplo mais recente, a morte do bailarino Douglas Rafael da Silva Pereira, conhecido como DG, no morro Pavão-Pavãozinho, no Rio de Janeiro. Douglas provavelmente foi vítima de tiroteio entre policiais e traficantes no local. Mesmo antes de saber exatamente de onde partiu o tiro que o matou, moradores e familiares imediatamente atribuíram o crime à polícia - a mãe do rapaz chegou a dizer que ele foi torturado por policiais. Foi a senha para protestos contra a polícia, que incluíram faixas nas quais se lia "Fora, UPP" e "UPP assassina", referência às Unidades de Polícia Pacificadora, eixo da política de segurança pública no Rio.

É compreensível que, sob forte emoção, os familiares de Douglas tenham hostilizado aqueles que lhes pareceram culpados pelo crime.

No entanto, o que se viu no Rio foi a exploração grosseira da tragédia por parte dos que pretendem enfraquecer a luta do Estado contra os narcotraficantes que há décadas dominam os morros e as favelas do Rio.

Não é por outra razão, aliás, que os famigerados black blocs, contumazes baderneiros, engrossaram as manifestações. Para essa turma, lei e ordem são instrumentos de"dominação burguesa". São os sócios perfeitos da bandidagem.

Como sabe todo cidadão amante da paz social, a vida piorou nas grandes capitais brasileiras desde que esses ativistas resolveram impor sua vontade sem qualquer consideração pelos interesses coletivos, paralisando ruas e avenidas, quebrando vidraças de lojas e de agências bancárias e incendiando carros e ônibus - tudo em nome de suas utopias totalitárias.

Quando foi acionada para fazer o que dela se espera, em alguns casos a polícia cometeu alguns equívocos reprováveis, como o uso exagerado da força. Embora tenham sido pontuais, esses problemas se transformaram imediatamente em senha para que se tentasse desmoralizar todo o trabalho policial, transformando os agentes da lei em inimigos, causando embaraços ao poder público e deixando o caminho livre para a baderna travestida de "movimento social".

Formou-se então uma aliança de conveniência entre o ativismo irresponsável e o crime organizado - que ademais nadam de braçada graças a um discurso acadêmico e político irresponsável que romantiza a afronta ao Estado e que qualifica a repressão policial, por princípio, como um ataque aos pobres e à democracia.

É evidente que se deve questionar a eficácia das UPPs como política de segurança pública, em razão da reincidência da violência nos últimos tempos, assim como se deve criticar duramente a truculência policial nas ruas de São Paulo, não só durante manifestações, mas, principalmente, no dia a dia da cidade.

O descontentamento da população com o trabalho da polícia, em especial quando demonstra seu despreparo para atuar sob pressão, é legítimo e deve servir como incentivo para que o Estado reforme e aperfeiçoe a corporação. Faltam, por exemplo, instrumentos mais eficientes de controle da letalidade policial no Brasil, uma das mais altas do mundo.

Isso nada tem a ver, porém, com o exagerado descrédito das forças de segurança pública. Perguntar a quem interessa alimentar essa imagem da polícia é ocioso.

Certamente não é ao cidadão comum, que espera sair para o trabalho e voltar para casa sem ser molestado por assaltantes, assassinos e traficantes ou bloqueado por ativistas fascistoides que sequestram o espaço público e se nutrem do caos.
 
Estado de São Paulo

sábado, 26 de abril de 2014

AVISO AOS LEITORES E COLABORADORES DO BLOG

O BLOG GTO ASSÚ FICARÁ SEM ATUALIZAÇÃO POR ALGUNS MESES, DEVIDO AO SEU EDITOR ESTÁ EM ATIVIDADES FORA DO ESTADO.

ASSIM QUE TUDO ESTIVER NORMALIZADO, O BLOG VOLTARÁ A POSTAR NOTÍCIAS POLICIAIS DIRETO DA FONTE DE ASSÚ E REGIÃO

sexta-feira, 4 de abril de 2014

BANCO DO BRASIL DE CAMPO GRANDE/RN É EXPLODIDO DURANTE A MADRUGADA E CURIOSOS VAIARAM PMs QUE FORAM AJUDAR MESMO NA FOLGA

bb


Uma quadrilha fortemente armada invadiu a cidade de Campo Grande, médio oeste potiguar, e explodiram os caixas eletrônicos da agência, levando todo o dinheiro. 

De acordo com a Polícia Militar, o bando cercou a Companhia de Polícia Militar, que se encontrava apenas com um Soldado de serviço e casas de PMs que estavam de folga enquanto agiam no banco. Durante a ação criminosa, os bandidos atiraram contra a casa dos policiais e fugiram em direção a Caraúbas. Os Militares que estavam de folga e que foram ajudar no isolamento e nas buscas aos bandidos, foram hostilizados por parte da população, causando revolta nos PMs. A cidade de Campo Grande sofre com a falta de efetivo juntamente com cidades vizinhas, o GTO do 10º BPM que dava apoio na área foi remanejado para Assú, também devido a falta de efetivo e viatura. 

As investigações deverão ficar por conta da Polícia Federal.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

POLICIAIS MILITARES DE CAICÓ PRENDEM BANDIDOS ACUSADOS DA MORTE DE UM HOMEM DURANTE ASSALTO EM IPANGUAÇÚ

Policiais do 3º DPRE da cidade de Caicó abordaram umveículo suspeito que transitava pela contramão na av. Cel. Martiniano, por volta das 20 horas d noite de ontem terça feira1º de abril. No veículo quatro jovens mossoroenses e com eles foi encontrado um revólver cal. 38 (cinco tiros), cromado com 4 munições intactas.
Os suspeitos estavam a bordo de um veículo tipo Fiat Uno ano 95, cor prata e placas MMO-5249 com inscrição na cidade de Mossoró RN. À polícia, disseram que estavam à caminho de Santa Luzia-PB, mas se perderam no centro de Caicó.
Já em outro momento, o desencontro de informações, um dos elementos disse que vieram para Caicó atrás de mulheres. Foram detidos para averiguação e lavratura de flagrante delitopor porte ilegal de arma de fogo.

SÃO ELES:

FRANCISCO ALISSON DE FREITAS, 19 anos, morador do bairro Santo Antônio, Mossoró – já cumpriu pena por receptação – vai assumir a propriedade da arma.
ALEXANDRO MARTINS DE ALENCAR, 18 anos, morador do bairro Santo Antônio, Mossoró – nunca foi preso.
CARLOS EDUARDO MARCELINO DA SILVA, 19 anos, morador do bairro Redenção, Mossoró – já foi preso por tentativa de assalto.
CÁSSIO  SÉRVULO MEIRA DA NÓBREGA, 24 anos, morador do bairro Abolição I, Mossoró – já cumpriu pena por assalto.

O Major Costa contactou várias autoridades de cidades dooeste do RN e todos confirmaram que os jovens detidos são de alta-periculosidade, e ainda ha uma outra informação que está sendo checada com a polícia do oeste, é que possivelmente sejam estes os suspeitos da tentativa de assalto na cidade de Ipanguaçu na manhã de ontem terça feira 01, onde um inocente morreu, que por ironia do destino, era de Caicó (a vítima fatal).(Jair Sampaio).

terça-feira, 1 de abril de 2014

ASSALTO, TIROS E MORTE EM IPANGUAÇÚ

Focoelho


No início da manhã de hoje (01/04), bandidos tentaram assaltar a residência de uma pessoa na Comunidade de Olho D'água em Ipanguaçú e foram recebidos a tiros pela vítima. 

De acordo com Policiais Militares que se encontram no local, cerca de cinco assaltantes invadiram a residência e roubaram uma quantia em dinheiro, porém não contavam com a reação da vítima. Ainda de acordo com a PM, uma pessoa foi morta e outra baleada na ação e não se tem certeza que se trata de um dos assaltantes, devido ao intenso confronto entre os marginais e o morador da residência. 

Militares do GTO do 10º BPM e da RP de Ipanguaçú estão no local fazendo o isolamento da área até a chegada do ITEP. As investigações ficarão por conta do Delegado Demontier Falcão e sua equipe de Agentes.

domingo, 30 de março de 2014

COMANDANTE DA PM ESTÁ APREENSIVO COM JOGO DOS ESTADOS UNIDOS NA COPA EM NATAL

O coronel Francisco Canindé Araújo é um dos homens de maior influência no Estado quando o assunto é segurança. Próximo de completar 4 anos no cargo de comandante geral da Polícia Militar, Araújo concedeu uma entrevista exclusiva para O Jornal de Hoje e não se intimidou a falar sobre diversos assuntos, desde as dificuldades em administrar a corporação até o momento crítico atual da segurança no RN.
Entre os temas mais delicados, estão os preparativos para a Copa do Mundo. O evento começa em junho e terá Natal como uma das sedes dos jogos. Com os atuais índices de violência no Estado, coronel Araújo afirmou que será um grande desafio preparar a segurança para o evento. “Eu tenho 50 anos e nunca tive a oportunidade de acompanhar uma Copa do Mundo em nosso país, muito menos participar de todo o planejamento da competição. Será uma realidade completamente diferente que teremos aqui no RN e em todo o Brasil, pois teremos o mundo todo olhando para nós”, disse.
Se não bastassem as preocupações que um evento como a Copa do Mundo traz, o fato de a seleção dos Estados Unidos jogar em Natal (contra Gana no dia 16 de junho) é um fator que exige ainda mais cuidado. A preocupação do militar tem explicação. O time americano teme sofrer possíveis ataques terroristas, medo que se repete praticamente a cada grande evento esportivo ao redor do mundo.
“A seleção dos Estados Unidos irá inspirar um cuidado maior. Um cuidado não só da polícia, mas de todos os órgãos de segurança municipal, estadual e federal. Vai ser muito importante a integração de todos esses órgãos. Além dos órgãos da Saúde, Defesa Social, Defesa Civil, Poder Judiciário, Ministério Público e OAB. Todos apoiando a realização do Mundial”, finalizou.
FORÇAS ARMADAS
Nos últimos meses, o RN ganhou destaque na mídia brasileira e mundial pelos problemas na segurança. Um ranking divulgado pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal AC, apontou a capital do Estado como a 12ª mais violenta do mundo. A ESPN, um dos principais meios de comunicação esportiva do planeta, classificou Natal como “muito mais violenta que a África do Sul”, ao fazer uma comparação com as cidades que receberam jogos da Copa do Mundo de 2010.
Com os números alarmantes, no início do mês a governadora Rosalba Ciarlini resolveu agir e nomeou o general Eliéser Girão Monteiro como titular da Secretaria Estadual de Segurança Pública. Para o Araújo, a escolha não poderia ter sido mais acertada. “O general tem um currículo muito bom para o atual momento da segurança no Estado. Cada instituição tem sua autonomia financeira e de gestão, mas o general agora é o coordenador central”.
Questionado se seria favorável a utilização das Forças Armadas no dia a dia dos municípios do Estado, o coronel respondeu negativamente. “A PM tem uma relação muito forte com as forças armadas e somos reservas e força auxiliar do Exército brasileiro. Então até isso facilita o relacionamento nosso com a pessoa do secretário. Porém, acredito que aqui no RN, a Polícia Civil e Militar estão conseguindo atender a demanda. Claro, tudo dentro de nossas possibilidades”, argumentou.
Quase três décadas de PM
Natural de São Bento do Trairi, no interior do Estado, Araújo tem 50 anos, dos quais 29 dedicados à Polícia Militar, desejo que carregava desde criança. “Eu sempre quis seguir essa carreira. Antes de entrar na PM, eu fui para o Exército. Em 83 eu fiz o Núcleo de Preparação para Oficiais da Reserva (NPOR). Já em 84 eu fiz um estágio e em 85 entrei na Polícia Militar através de um concurso. Como no RN não tinha academia, fui para Pernambuco”, relembrou.
Depois de vários anos na PM, Araújo chegou ao posto de Coronel e em 2010 veio o grande convite. Em março, o então governador do RN, Iberê Ferreira de Sousa, propôs a Araújo que ele assumisse o Comando Geral da PM do Estado. “No começo eu relutei um pouco. Falei que era jovem no posto de Coronel e também no tempo de serviço”, porém, convencido pelo governador, foi nomeado para o cargo em 1ª de abril daquele ano, dia em que realizou um sonho.
“Apesar das dificuldades que eles tinham, meus pais me deram condições de entrar em um escola. Estudei bastante e consegui ir para PM. Quando um cadete entra na corporação, ele tem o sonho de ser um oficial. O oficial tem o sonho de ser um Coronel. Todo Coronel tem o sonho de um dia ser Comandante. Para mim é uma honra muito grande ser o comandante dessa corporação. Este ano a corporação está completando 180 anos de existência, então eu me sinto honrado por ter sido escolhido pelo governador Iberê e depois a governadora Rosalba Ciarlini ter me mantido no cargo”.
Apesar de todo orgulho de ter chegado ao cargo, coronel Araújo tem sentido na pela as dificuldades de administrar a Polícia Militar. Durante os quase quatro anos que ele está à frente da corporação, os desafios sempre estiveram presente. “Tem sido um período de muitos desafios. O Estado passa por dificuldades financeiras e orçamentárias e isso atinge todos os gestores, na PM não é diferente. Superamos essas dificuldades com vontade de trabalhar e criatividade. Muitas vezes o Estado não tem recursos, então buscamos parcerias, públicas e privadas, para trazer os recursos e fazer com que a ‘máquina’ continue funcionando”, afirmou.
Por lei, a PM do RN deveria ter um efetivo de 13.466. Porém, o quadro atual é de 9060, um déficit de 4406. Além das baixas e aposentadorias, o número de PMs que deixaram a corporação por expulsão ou licenciamento também influenciou para a diminuição no quadro de policiais. “Nos últimos quatro anos nós expulsamos ou licenciamos da corporação 95 policiais que cometeram atos ilícitos que vão contra o comportamento da corporação. Além disso, punimos disciplinarmente mais de 700 policiais”, destacou Araújo. Atualmente, aproximadamente 20 PMs estão presos no quartel. Entre os “desvios de conduta” que eles e os que já foram desligados da PM cometeram, estão crimes como tráfico de drogas, homicídios, extorsão e até mesmo estupro.
Para acabar com esses problemas e tirar os “maus” policiais de dentro da corporação, um controle rígido tem sido feito. “Todos os anos temos a seleção de entrada e todos os anos aperfeiçoamos essa seleção. Também fazemos um controle no dia a dia. Em caso de algum problema, tomamos algumas medidas. Caso o PM insista nesse desvio de conduta, ele terá o direito a ampla defesa e contraditório, mas iremos investigar de forma rigorosa e punir da maneira mais certa para cada caso. De todos os policiais que desligamos da corporação, nenhum voltou. Isso mostra como os julgamentos são bem feitos. Por outro lado, nos últimos anos distribuímos mais de 1000 medalhas para policiais por bons serviços prestados”.
Com tanta responsabilidade nas mãos, coronel Araújo está ciente que pode ter feito alguns “inimigos”. “Vez ou outra vem alguém conversando alguma bobagem, mas tomamos medidas de precaução. Corro risco como qualquer gestor ou comandante corre. Não temos nada contra os policiais que transgrediram, apenas cumprimos a lei. A lei diz que eles precisam ter determinada conduta, caso contrário serão punidos”.
‘Sociedade tem que mudar’
Coronel Araújo acredita que apenas melhorar os órgãos que cuidam da segurança não irá resolver o problema da violência. “O produto final que chega para a polícia resolver, não foi causado pela polícia. É uma situação que vem da família, do cuidado dos pais com os filhos. Depois passa pela igreja e pela escola. Digo igreja como um moderador, independente da religião. O jovem precisa ter escola em tempo integral. Os pais precisam saber com quem os filhos andam. Quando isso tudo falha, termina na polícia. A Polícia é chamada para resolver o que falhou lá atrás”, afirmou.
Para Araújo, outro problema importante que precisa ser combatido são as drogas, principalmente o consumo do crack. “O Brasil não é produtor de cocaína. Ela vem de outros países. Ele entra aqui como um subproduto, que é o crack, que está viciando os jovens. Se o jovem não tem escola e nem lazer, ele vai usar drogas. Se ele não tem dinheiro para comprar a droga, ele vai roubar. Aí aumenta o número de homicídios, assaltos a mão armada. Quando consome e não tem dinheiro para pagar, o traficante vai lá e mata. Aí tudo isso sobra para a polícia resolver”.
Em relação à diminuição da maioridade penal, Araújo frisou que isso só irá trazer outros problemas. “Eu sou totalmente contra a diminuição da maioridade penal. Se isso acontecer, depois teremos crianças de 6 ou 7 anos presas nos presídios. O que precisamos mudar é aquilo que falei, as políticas públicas. Os jovens precisam de escola em tempo integral e de lazer. Caso contrário esse cenário atual não irá mudar”.
JORNAL DE HOJE

domingo, 23 de março de 2014

GTO DO 10º BPM PRENDE FORAGIDO DA JUSTIÇA DE SANTANA DO MATOS EM NOVA ESPERANÇA, ZONA RURAL DE ASSÚ

Na manhã de hoje 23/03 policiais do GTO Assú foram informados de que um homem teria cometido um assalto em um mercadinho na comunidade e São José do Passagem zona rural de Santana do Matos, após o ato o acusado por nome de Fábio Daniel Assunção Pacheco, 22 anos, vulgo Fabinho, estaria em um veiculo tipo gol fugindo em direção a cidade de Assú.

Após um trabalho e várias diligencias o grupo que não brinca em serviço que é o GTO, conseguiu prender Fabinho na comunidade de Nova Esperança zona rural de Assú.
Segundo informações da PM, Fabinho tem um mandado de prisão em aberto e em conversa com o mesmo ele diz que não deve nada a justiça.
Fabinho será recambiado pela VTR da cidade de Santana do Matos ainda na manhã de hoje.
Parabéns a toda equipe do GTO do 10º BPM que mesmo com a viatura quebrada vem a todo custo mantendo a ordem na cidade de Assú e toda região do vale.

Fonte: Focoelho

BANDIDOS ATIRAM EM PORTÃO DE RESIDÊNCIA NA RUA JOÃO JACINTO EM ASSÚ

Foto: GTO Assú


No início da madrugada de hoje (23/03), a Central de Operações do 10º BPM registrou uma ocorrência de disparos de arma de fogo na rua João Jacinto, no bairro Dom Eliseu em Assú. 

De acordo com Policiais Militares que estavam de serviço, populares acionaram a PM devido terem ouvido vários tiros na referida rua. O GTO e a Força Tática rapidamente chegaram ao local e localizaram a residência que foi alvo dos marginais. Ainda de acordo com os Militares, havia seis disparos de arma de fogo no portão (foto) de uma casa, que segundo informações dos vizinhos, encontrava-se sem ninguém na hora. Ainda de acordo com populares que estavam na rua, a residência pertence a uma pessoa conhecida por FRANCISCO JOSÉ, que sofreu um atentado justamente no sábado passado, onde foi alvejado com um disparo no ombro.

Foto: Focoelho

Várias diligências foram realizadas pela Força Tática e GTO, porém nenhum suspeito foi localizado e as investigações ficarão por conta dos Policiais Civis de Assú.

sexta-feira, 21 de março de 2014

REFLEXÃO



Quem sou eu pra dizer o que é certo ou errado?

Na minha pátria sou taxado como monstro, sou considerado uma pessoa pior que um criminoso, quem "nos criou" e deveria nos apoiar faz é jogar terra nos nossos sonhos e lutas.

Quando consegui vestir minha farda pensei que minha luta havia se acabado, que a burocracia havia ficado pra trás! E que daquele dia em diante eu teria lutas, mas lutaria com orgulho, por ser um policial. Oh Deus!!!Quão enganado estava!!!

Combater criminoso é fácil! Uma abordagem aqui, uma troca de tiros ali, outra perseguição acolá, correr atrás de criminosos a pé, pular muros, ficar alerta 24h, etc... Isso é fácil!

DIFÍCIL é seguir esse caminho com as mãos atadas! É ter seu nome sujo pela boca de quem deveria te defender, é saber que se eu morrem em serviço, sereia apenas mais um número para o Estado e minha família será esquecida. É saber que damos o sangue e a vida para prender criminosos e nossa legislação os fazem sair pela mesma porta que entraram.

Difícil é ver como somos tratados como moedas de troca. Somos encaminhados aos abatedouros diariamente só para o governo ficar bem no jornal. Enquanto políticos contratam seguranças particulares, exigem escolta policial,  domem em casas mais seguras que presídios federais e nós, cidadãos, morremos por não ter segurança digna!

Eu e meus irmãos morremos por servir a uma população cada vez mais ingrata. Mas a vida é assim mesmo, fizemos um JURAMENTO de servir e proteger. Custe o que custar.

Texto retirado do Facebook (Eu nasci pra ser Polícia)